11 novembro 2007

Não incomodem o vizinho...

A boa nova ali tão perto...
.

13 comentários:

filipe m. disse...

Um quarto construído de acordo com as regras do sistema "box-in-box" resolve-lhes o problema.

murphy disse...

eu já meti uns chinelos na caixa do correio de uma vizinha, com instruções de uso.. não sei se os passou a usar mas o barulho dos saltos altos parou:)

josé camilo disse...

Eh pá...que grande ideia a das pantufas. Vou aproveitar. Estou com o mesmo problema.

isabel camilo disse...

Esta faz-me lembrar aquela das duas vizinhas que se encontram no elevador e uma diz:

- A menina sabe que o seu marido anda metido com a vizinha do 15º?

- Ai tia! Não me diga!

- Aqui na rua já toda a gente sabe! Não se fala de outra coisa!

- Ai que vergonha!
Ainda por cima ele f#$% tão mal!

O Gaiteiro disse...

Conheço uns que não precisam de despertador ao domingo.
O vizinho de cima acorda-os pontualmente às 09h00m, terminando pontualmente às 09h30m.
Isto é que é precisão.

alcoólica anónima disse...

Conheço bem o problema do mau isolamento.
A primeira vez que ouvimos a vizinha de baixo, pensámos que era um cão a ganir.
Agora devem ter arranjado emprego, porque pelo menos de tarde já não se ouvem. A minha empregada confessou-me que punha o som da TV no máximo porque ficava "incomodada". Mas a verdadeira tortura foi estar grávida em repouso absoluto, sem poder mexer 1 dedo, e ouvir ganir a toda a hora.

382 U disse...

Ai afinal a televisão aos berros no gabinete do procurador não era por causa das escutas...
obrigada AA por nos teres esclarecido.

alcoólica anónima disse...

Este comentário não tem a ver com nada disto, mas acabei de perceber (há cerca de 325 posts atrás), que os Camilos andam na minha zona – que não é S. Pedro do Sul.
Como o mundo é pequeno. só falta mesmo descobrir que são eles os vizinhos de baixo.

382 U disse...

É, é! Camilinhos, quando virem uma moçoila embriagada numa qq esquina arredondada, ... é ela! Tenham cuidado...

isabel camilo disse...

Uma das minhas fantasias não sexuais é entre o ganir e o rosnar.

Não me lembro de ter por cima, salvo seja, nenhuma grávida.

Vizinhos? É provável! Mas de casas diferentes.

isabel camilo disse...

Oh Alcoólica! Estás de ressaca? ;)

filipe m. disse...

E então, ainda não é desta que contratam os meus serviços?











De consultor acústico, obviamente!

isabel camilo disse...

Eu e José já estivemos, às 5 horas da manhã, na recepção de um hotel, a pedir para nos abrirem a porta para irmos embora.

A actividade no quarto ao lado era de tal maneira, que a possibilidade de lá permanecermos mais um minuto era impensável.

Ele devia ser incompetente, porque ela não parava de dar instruções e, com uma voz daquelas, que fica a fazer eco na cabeça por muito tempo.

Acabámos por ser transferidos para outro quarto, nessa mesma noite.