03 março 2008

PFF – Paços de Ferreira Forever...





Um industrial de Paços de Ferreira foi à Noruega comprar madeira para
a sua fábrica de móveis.
À noite, sózinho no bar do hotel, repara numa loira encostada ao bar.
Não sabendo falar norueguês, pediu ao barman um bloco e uma caneta.
Desenhou um copo com dois cubos de gelo e mostrou-o à loira.
Ela, sorriu e tomaram um copo.
De seguida começou a tocar uma música romântica.
Ele, pega novamente no bloco, desenha um casal a dançar e mostra-lhe.
Ela levanta-se e vão dançar.
Terminada a música, regressam ao bar e é ela que pega no bloco.
Desenha uma cama, uma cadeira e uma cómoda e mostra-lhe.
Ele vê e diz:
- Sim, sim, sou de Paços de Ferreira...

5 comentários:

r. disse...

Esse tipo devia ir fazer babysitter aos miúdos do post anterior...

Daniel disse...

Se ele era das Caldas é que o desenho havia de ser bonito! Ou então imagina que a loira lhe tentava "dizer" através do desenho que era um transexual, e o homem repondia alegremente: "Epah, como é que adivinhou? Sou das Caldas sim senhor!"

Daniel disse...

Ao que a loira por sua vez respondia com voz melosa e com sotaque brazuca: "Quer vir comigo para Paços de Ferreira?"

Ana Ferreira disse...

LOL

m.camilo disse...

Oh Verde, vais-me desculpar mas a vantagem de haver um Daniel que te lê e comenta é uma mais valia.
É que, como eu já conhecia a história consegui ainda assim "descontrolar-me" graças às investidas danielanas...eh,eh,eh...