11 março 2008

Naquele tempo... [10]

Naquele tempo havia moral e bons costumes... A figura de pai era respeitada, daí toda a gente saber o que é que pertencia a quem. Até era escusado de escrever na capa do álbum. Mas pronto. Queria reafirmar, pois fez muito bem...



Nota: Para além da música que dá nome ao álbum, não deixei de reparar numa outra intitulada de "As coisa estão mais calmas para a avó desde o octogésimo quarto aniversário do avô". Deve ser fixe esta faixa...

Mais um post com o patrocínio do Incrível, o nosso jornal do dia-a-dia.

3 comentários:

Daniel disse...

Ainda acho que falta aí uma faixa: "Who's your Daddy?"

m.camilo disse...

'Tás muito admirado do avô com 84 anos andar armado em Camarinha? Pois eu conheci um com 92 que era motivo de cansaço da sua legítima, meia dúzia de anos mais nova (devia ser esse o motivo). A "pobre" coitada suspirava em cada degrau de escada que tinha de conquistar e à pergunta da filha qual era o motivo de tanto suspiro ela respondia que era por causa do "gajo" que não a "largava"

m.camilo disse...

Só agora reparei, ela tem uma vistinha um pouco estrábica, ao contrário do gato/a, a do lado direito está um pouquinho a tender prá esquerda....tadinha.