15 dezembro 2007

Adolfo na sanita

A tradução é livre, mas não anda longe do pretendido.

No dia em que o Camilo me enviou esta foto de um negro com uma camisola estampada com a cruz suástica (podia ser candidata a "cúmulo do alto contraste", por exemplo), deixo-vos este vìdeo clip (ena, não lhe chamou teledisco! tá a evoluir).



PS: Se alguém se quiser dar ao trabalho de traduzir, eu ofereço-me para legendar em português...

2 comentários:

Daniel disse...

Estou sentado no meu bunker
Bem no meio de Berlim
Tenho cápsulas de cianeto
e gasolina sem fim

A Luftwaffe está kaputt
O Messerschmitt é uma treta
A segunda guerra mundial
Já não é nenhuma festa

Render-me? Não faz o meu estilo.
Tenho toneladas de betão a proteger-me.
Não me rendo. Nein! Nein!
Tenho ainda o Blondi e uma garrafa de vinho!

Coro:

Adolfo seu porco nazi
Porque não capitulas finalmente?
Adolfo seu porco nazi

Nein! Não desistirei!
Eu desistir? Podem continuar sonhando!
Nunca o farei!

Estou em estado de guerra com 53 nações
Todas juntas, bem unidas prontas p'ra me acertarem o passo
E estes bombardeiros aliados que me deixam todo borrado
Ameaçando-me como se de um inimigo se tratasse!

Ninguém me ouve!
Fazem o que querem e lhes apetece
Ninguém me ama!
Preferem o Churchill e o Ike!

Oh Deus, como choro
Estou sozinho com o Blondi
E uma garrafa de vinho!

Adolfo seu porco nazi
Porque não capitulas afinal?

Nunca desistirei!
Eu desistir? Nunca na vida!
Se aquele Schweinehund do Churchill pensa que me encurralou
Está bastante enganado, e pagará caro como nunca pagou!
Não me rendo, Mister Churchill
Nunca, jamais me renderei!

Woof! Woof! Woof!
Quieto. Blondi, quietinho!
Tem calma, Blondi!
Woof! Woof!

Nein, não és um Scweinehund,
És um cão bonito!
Nein, ganharemos a guerra - eventualmente! Mesmo sem gasolina
Sim, julgo que sim, Blondi. Por acaso, até estou bastante confiante...

Woof!

Letra em inglês:

http://www.pigor.de/getCmsData.php?id=268&category=hoeren

menino josé disse...

continuo dizimado... :|