26 outubro 2007

Flor de laranjeira


Quando, há uns anos atrás, numa conversa sobre o significado da nova marca do BPI, um conhecido designer português (não, Nostradamus não era designer), providencialmente, afirmou: "é a virgem a oferecer-se ao nubente" (entenda-se BCP já que na altura ainda estávamos no millennium passado), estava longe de entender isso como uma premonição. Na verdade, passado poucos anos a profecia parece prestes cumprir-se. Só que, mais do que oferecer a virgindade, parece querer devorar o noivo. Foram muitos anos de preliminares, foi o que foi...

2 comentários:

josé camilo disse...

Uma virgem a oferecer-se a um nubente.
Este mundo está mesmo muito mudado. Antigamente, convencer uma virgem a colaborar era um Deus-me-livre agora é isto. Até já lhes reservam espaços de estacionamento próprios....tch..tch..

382 U disse...

Este mundo está mudado...
já nada é como antigamente!