16 outubro 2007

Afinal havia outro...

Tantas vezes o cântaro foi à fonte que um dia havia de partir.
Então não é que o pai era o Jardim Gonçalves?
Malandros estes senhores da OpusDei.
Quando menos se espera, tunga: aparece um filho com uns míseros
15 milhões para perdoar.
Quem para já se safou foi o Ricardo Salgado. Vamos lá ver por quanto tempo.
É que moi même o considero um pai. E chegam-me uns 10 milhõezitos de euros. Um filho poupadinho, é o que sou...



Correm também rumores que uns moços se preparam para fazer fila à porta da Assembleia da República. Sim, quem disse que o Mota Amaral só agora descobriu as libertinagens da numeração árabe?...

4 comentários:

general caveirinha disse...

Não foram 15 milhões, apenas 12 milhões... Coitadinho, já andam a exagerar.

josé camilo disse...

Houve taxa? Se houve, quais foram os juros? Foram pagos à cabeça e descontados no capital? Ou foram também perdoados? Que rico pai rico! E não sabia de nada...

O Gaiteiro disse...

Ó meus amigosss
Então, o pobrezinho só por causa de uns míseros 12 milhões de Euros, tem que ser cruxificado???
O pobre do homem, num gesto absolutamente humanitário, perdou uma pequena e insignificante dívida ao filho, qual FMI, a perdoar a dívida de Angola, Somália ou Sudão????
Vamos lá ser mais humanos e ter mais sentido de solideriedade.
Creio que até poderiamos fazer um Live Aid, (com a Ágata, o Toy,o Tony Carrera, a Ana Malhoa, entre outros) para arranjar mais 12 milhõoes para o pobre infeliz do rapazola.
Sejamos humanos....

josé camilo disse...

Falta o Mikael Carreira...
Sem ele, não se atinge a verba!