20 setembro 2007

Podes não ser parvo...1

...mas, a julgar pela imagem e pelo português, travesti és de certeza!



Com a gentileza do Jornal "Metro", edição Porto de 20 de Setembro de 2007. pp 9

5 comentários:

alcoólica anónima disse...

Numa coisa estamos de acordo: eu também não sou parvo.

José Castel-Branco disse...

Gay! Eu é que não sou Gay!

Anônimo disse...

"Eu é que não sou parvo" de acreditar numa coisa destas, dá vontade de acrescentar ao anúncio!...

A do Lado

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If he will be possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll I thankful, bye friend).

cristina amil disse...

Gostei particularmente da traduçao final...